Home / Baixada Santista / Praia Grande / Marido mata esposa em Praia Grande

Marido mata esposa em Praia Grande

Marido mata esposa

Em meio a tanta desgraça em nosso país, tanta gente sendo morta, agredida..

.. em meio a milhões de brasileiros que tiveram seus direitos aviltados por uma corja de políticos que fez explodir a violência no Brasil..

.. em meio a todas essas notícias diárias, essa tragédia em Praia Grande me tocou de forma intensa, me deixou muito triste.

Todo pequeno comerciante brasileiro é um prisioneiro dessa condição.

Refém da violência e da indiferença.

Todos são tratados como lixo, apesar de serem o principal alicerce da riqueza desse país, de onde sai a esmagadora maioria dos empregos que sustentam milhares de famílias.

O cara trabalha feito um cavalo, paga impostos de tudo quanto é jeito, sustenta o judiciário mais caro do planeta, e vive ameaçado 24 horas por dia, em um ambiente selvagem, sem regras, sem justiça.

Padarias e mercadinhos, sobretudo os da periferia, são um clássico.

Alguns chegam ser assaltados mais de 1 vez por dia.

Não existe policiamento em Praia Grande

A polícia hoje em dia é parte do problema (também são outros que estão sendo triturados).

Neste contexto de luta, de guerra civil, o cidadão, desesperado, compra uma arma para defender seu negócio, a si próprio e a sua família.

Não sabendo usar, a arma dispara e ele mata a esposa.

Eu não sei o que significa isso para você, leitor(a), mas para mim é um golpe profundo na alma.

Não tenho como discutir o mérito da questão.

Cada um tem sua história de vida.

Eu, que sou casado a 20 anos, vejo um casal que se ama, que juntos lutam contra todas as adversidades do mundo, que estão ali, batalhando no dia a dia, lado a lado, palmo a palmo, para sustentar a si próprios e os filhos, são pessoas que tem uma conexão espiritual, são amigos, são amantes.

Aí o cara atira na esposa.. sem querer.. sua companheira morre..

.. o seu anjo..

.. meu Deus, que fardo..

.. que dívida é essa que esse coitado tá pagando?

O homem que matou a própria mulher durante uma suposta brincadeira dentro de uma padaria em Praia Grande, no litoral de São Paulo, afirma que não se lembra de como tudo aconteceu. Durante depoimento à Polícia Civil, Alexandre Severino de Noronha, de 35 anos, disse que tudo não passou de uma fatalidade e que não tinha certeza se havia apertado o gatilho. Francisca Marinheiro, de 37 anos, morreu poucos minutos após ter sido atingida por um disparo.

https://www.youtube.com/watch?v=65Mb2SuRtDE

Sobre imoveisnabaixada_admin

Veja também

Marido mata esposa

Marido mata esposa em Praia Grande

Em meio a tanta desgraça em nosso país, tanta gente sendo morta, agredida.. .. em …